Jean Chera

santos-jean-chera-640x480-Douglas-Aby-Saber-Fotoarena

Nome  Jean Carlos Chera

O Popular Jean Chera

Posição – Meia

De onde veio – Base

Quanto durou – 2005/2011

Curiosidade – Jean Chera era um moleque de 9, 10 anos, quando um vídeo seu jogando pela ADAP, do Paraná, fez sucesso na internet. O Santos, melhor base do Brasil, corretamente foi atrás e trouxe o moleque. Correto, tem que apostar.

O errado foi a mídia que ele ganhou. E o poder que o pai do moleque pensou ter por causa disso. Aí a história começa a ficar bacana (pra gente, não pro Chera).

No começo, obviamente ele se destacava, e sua fama o tornou capitão dos times de base do Santos. Isso por alguns anos. Até que ele chegou ao auge físico e parou, enquanto os outros moleques começaram a crescer e a chegar nele. O destaque, o diferencial? Sumiu tudo.

Mas isso, claro, jamais foi aceito pelo pai dele. Na base do poder que achava ter, começou a exigir titularidade do Chera no Santos. Chegou uma hora que não dava mais, ele não estava no mesmo ritmo dos outros. Então, qual a solução? Ensiná-lo, treiná-lo? Não para o pai, que tirou o filho da Vila.

E aí começou uma das mais engraçadas histórias de jogadores que rodam pelo mundo atrás de um emprego. Engraçado para nós, é claro, pro moleque deve ser desesperador ouvir tudo que ouviu e perceber que jamais será o que diziam que seria.

Vamos lá: ao sair do Santos, em 2011, foi levado para o Genoa. Não conseguiu jogar na Itália. O Flamengo buscou, fez-se de novo muita mídia e… Não conseguiu jogar.

Em 2013, foi a vez do Atlético-PR tentar. Colocou o moleque nos time sub-23 e… Ele não conseguiu jogar, de novo. O Cruzeiro, também dono de boa base, apostou que poderia solucionar o problema. Nada.

Dispensado, acertou com o Oeste de Itápolis para o Paulista-2014. Não jogou um minuto sequer em um time rebaixado e foi dispensado para a Série B do Brasileiro. O argumento do Oeste eu mesmo tive a chance de ouvir ao entrevistar Mauro Guerra, diretor de futebol do Oeste: “Não está preparado para a Série B”.

Sim, aos 19 anos ele não tem condição de jogar uma Série B. Só que não aceita jogar na base. O que fazer?

Bom, ele tentou jogar na ROMÊNIA, no UNIVERSITATEA CRAIOVA, durante a Copa. Foi dispensado após 10 dias de treinos.

É, molecada, não deixem seus pais tomarem o poder. Sério.

Anúncios
Esse post foi publicado em Promessas da base. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Jean Chera

  1. Esse é o maior exemplo de como um pai pode mimar o filho ao extremo, a ponto de ambos se acharem imortais!!

  2. Julio Cesar disse:

    E que as pessoas também não se deixem iludir pelos exageros da imprensa esportiva que enxerga “Messis” em qualquer garoto que faça uma graça com a bola.

  3. Atualizando: dispensado pelo Cuiabá. Segundo a comissão técnica, “ele não quer saber de treinar e quer ser titular de qualquer jeito”. Ou seja, não é só culpa do pai dele!

  4. Joaquim Ribeiro disse:

    Vamos atualizar. Está agora no sub 23 do Santos novamente dizem que por 900 reais. Isso é o que dá se achar craque antes da hora. Será renovado o seu contrato para 2016 por 2 mil reais por mes. Espero que volte a mostrar algum futebol e no futuro renda frutos ao Santos. Boa sorte a ele e ao Santos.

  5. Rodrigo Vilela da Silva disse:

    Atualizando 2: foi para a Portuguesa Santista, largou um tratamento de uma lesão e sumiu para o Mato Grosso. No início de 2017, foi anunciado como reforço do… Sinop!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s