Cléber

Clebão

Nome – Cléber Américo da Conceição

O Popular Cléber

Posição – Zagueiro

De onde veio – Cruzeiro

Quanto durou – 2001/2002

Curiosidade – Coloquei o ‘O Popular Cléber’, mas dá pra chamar de CLEBÃO que é mais legal.

Chegou como reforço pós-trauma da semifinal do Paulista de 2001. Ou seja, o time tava é perdidaço.

Foi titular do empolgante time que foi 15° no Brasileiro… É duro. Mas sejamos sinceros, ninguém lembra do Brasileiro de 2001 do Santos, tava todo mundo ainda chorando por causa do Paulista e ninguém assistiu aquele campeonato. Ponto.

Mas ele nem era muito velho quando chegou: tinha 32 anos. Muita experiência no Palmeiras e tal, onde foi algo próximo de ídolo. Aí deixaram o cara ficar pra 2002. A, 2002…

Como eu sempre digo quando cito alguém que jogou naquele ano, todo mundo pensa que o ano todo foi maravilhoso e tal. Foi nada. O primeiro semestre foi mais tenebroso que os anos 1990 por inteiro, dá licença.

Começou a temporada como titular, tanto que fez o gol salvador da vitória contra o América-RJ na estreia do Rio-SP. O gol foi aos 45′ do segundo tempo. Depois, nos acréscimos, o time ainda inventaria de fazer dois gols e ganharia de 3 a 0.

O problema é que o América passou o torneio todo só tomando sacolada. Aí já dava para ver que ia ser sofrido pro Santos…

Para piorar, no jogo seguinte, derrota para a Ponte Preta por 3 a 1, estreou a dupla mais mágica da história: CLEBÃO E ODVAN. É, amigo…

Esse terror durou até o final do Rio-SP, quando todo mundo foi embora e o mundo passou a ser legal.

Clebão foi para o gigantesco YVERDON, da Suíça, voltou pro Brasil pra jogar no Figueirense, aí parou em 2006, no São Caetano.

*Na Wikipedia, tava lá que ele havia sido campeão brasileiro de 2002 pelo Santos. Editei. Pô, gente, quer inventar, inventa, mas não exagera.

Anúncios
Esse post foi publicado em Contratação absurda, Passagem pífia. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Cléber

  1. Olavo disse:

    “Mas sejamos sinceros, ninguém lembra do Brasileiro de 2001 do Santos, tava todo mundo ainda chorando por causa do Paulista e ninguém assistiu aquele campeonato. Ponto.”

    Cara, discordo!

    É difícil acreditar, mas o Santos chegou até a ser apontado entre os principais favoritos daquele campeonato. Quando o Marcelinho e o Viola chegaram, o ataque com eles e com o Robert fez até umas boas partidas. Rolou uma euforiazinha que durou, sei lá, duas semanas. Mas lembro de gente da imprensa especializ@da dizendo que o Santos iria pra cima.

    Se bem que, putz, eu estava sim chorando pelo Paulista. Choro até hoje, aliás.

    • Danilo Goulart disse:

      É verdade, Olavo, se eu não me engano, o Santos foi o último invicto a cair no campeonato, vinha bem…mas aí, de repente parou de jogar bola e adiou em um ano o nosso sonho de título

  2. Achei agora o time que enfrentou a ponte nessa derrota ai:

    Fabio Costa, Valdir, Cleber, Odvan e Leo, Paulo Almeida, Marcelo Silva, Elano e Esquerdinha, Robert e Willian.

    Eu me lembro desse jogo, foi televisionado, foi de virada e o gol do Santos foi do Odvan.

    E eu choro de lembrar q o merdinha carioca vestiu a camisa do Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s